domingo, 20 de março de 2011

Tu disseste mãos ao alto
Com uma arma na mão
Não se mexa isto é um assalto
Vou levar seu coração.
Esta noite eu vou m'embora
Não espero a lua cheia
Que a luz destes teus olhos
Vai me servir de candeia.



Entra o amor pelos olhos
Vai ao peito direitinho
Se não achar resistência
Vai seguindo seu caminho.



Quem dá o seu coração
Àquele que não conhece
Por muitas penas que passe
Dobradas penas merece
Se achares uma lágrima
Nesta página que escrevi
Foi pensando em você
Que esta lágrima perdi

0 comentários:

 
;