domingo, 13 de fevereiro de 2011 0 comentários

Aqui alguns versos da obra de Mário Sá-Carneiro.
No livro dizia que a angustia existencial é o tema constante e obsessivo de suas obras (1890-1916). mergulhou profundamente dentro de si mesmo, que acabou por levá-lo ao suicídio.

Eu gostei destes versos que escolhi, pois a obra é bem maior... mas minha angústia existencial , se é que existe, não me leva a tanto. Apenas sou uma amante das poesias.

Dispersão

"Perdi-me dentro de mim
Porque eu era labirinto,
E hoje, quando me sinto,
É com saudades de mim.
___

Passei pela minha vida
Um astro doido a sonhar.
Na ânsia de ultrapassar,
Nem dei pela minha vida...
__

Para mim é sempre ontem,
Não tenho amanhã nem hoje:
O tempo que aos outros foge
Cai sobre mim feito ontem.
__

Regresso dentro de mim
Mas nada me fala, nada!
Tenho a alma amortalhada,
Sequinha, dentro de mim.
___

Não perdi a minha alma,
Fiquei com ela, perdida.
Assim eu choro, da vida,
A morte da minha alma.
____

(As minhas grandes saudades
São do que nunca enlacei.
Ai, como eu tenho saudades
Dos sonhos que não sonhei!...) "
0 comentários

Música linda de Paulo Sérgio, traz muitas lembranças...E a letra diz muito da vida,
pois todos nós em algum momento da nossa vida já nos sentimos assim.
Eu já. Você não!!!???

Não Creio Em Mais Nada

Paulo Sérgio


Não sei o que faço, a minha vida é uma luta sem fim,
Me sinto no espaço, o tempo todo a procura de mim,
Há dias na vida, que a gente pensa que não vai conseguir,
Que é bem melhor deixar de tudo e fugir
Que outro mundo tudo vai resolver.

Não sei o que faço, se volto agora ou continuo a seguir,
Eu sinto cansaço e já não sei se vale a pena insistir,
Há dias na vida que a gente pensa que não vai conseguir,
Que é bem melhor deixar de tudo e fugir,
Que outro mundo tudo vai resolver.

Não creio em mais nada, já me perdi na estrada,
Já não procuro carinho, me acostumei na caminhada sozinho,
A vida toda só pisei em espinho, ja descobri que o meu destino é sofrer.

Há dias na vida que a gente pensa que não vai conseguir,
Que é bem melhor deixar de tudo e fugir,
Que outro mundo tudo vai resolver.

Não creio em mais nada, já me perdi na estrada,
Já não procuro carinho, me acostumei na caminhada sozinho,
A vida toda só pisei em espinho, ja descobri que o meu destino é sofrer.

Não creio em mais nada, me acostumei na caminhada sozinho,
A vida toda só pisei em espinho, ja descobri que o meu destino é sofrer.


domingo, 6 de fevereiro de 2011 0 comentários

QUANDO EU DANÇO...


Quando eu danço,
desmistificam-se
os julgamentos
de que poucos corpos
conseguem bailar...

Quando eu danço,
percebo de alguns
os lamentos
porque corpos poucos
conseguem soltar...

Quando eu danço,
minha'lma clareia
meu ser se remete
ao universo
do movimento...

Quando eu danço,
o mar vem na areia
me lava, me compete,
da ação do meu verso
um desdobramento...

Quando eu danço,
eu não quero saber
se dancei,
se eu já me danei...
eu só quero é dançar...

Quando eu danço,
eu não quero conter
eu aqui já falei
já chorei, já gritei
eu só quero alegrar...

27/03/2007

0 comentários

VEM DANÇAR COMIGO

Ângelo Máximo
Todo mundo que passava
Nos olhava atentamente
Vendo nós dois simplesmente
Distraídos, abraçados
E dançando eu dizia
Que lhe amava loucamente
E você, sinceramente
Não acreditava em mim
Logo após alguém pra mim olhou
E você, zangada, me puxou
Então notei no seu olhar,
Um modo estranho de amar
E a orquestra nunca mais parou
E você de mim não se afastou
Um grande amor aconteceu
Unindo assim você e eu

Vem dançar comigo
Nossa canção de amor
Vem dançar comigo
Vem me abraçar com calor
Vem dançar comigo
Pra que pensar no amanhã?
Hoje a noite é toda nossa
Hoje sou feliz.


 
;