domingo, 13 de junho de 2010

Namorados

Barros de Alencar


Ah que saudade
Se eu pudesse ainda ser seu namorado
Desta vez eu não iria andar errado
Desta vez não me perdia de você

Ah que saudade
Se eu pudesse ainda ser seu namorado
Desta vez eu não iria andar errado
Desta vez não me perdia de você

Lá vão os namorados
No caminho apaixonados
Bem baixinho a conversar
Os sonhos confessando
As ilusões multiplicando
Nem percebem meu olhar

A noite vai surgindo
Essa dor vai me traindo
E traz lembrança de nós dois
Sem ti nada me resta
Esta vida já não presta
Tudo perde seu valor

Lá vão os namorados
Se afastando apaixonados
Nem percebem que eu chorei
Também quando eu te amava
Não sabia que existia
Este pranto que encontrei

Eu vivo imaginando
Que este par de namorados
Se parece com nós dois
A noite vai seguindo
Dentro dela eu vou sumindo
Nunca vou te esquecer

Ah que saudade
Se eu pudesse ainda ser seu namorado
Desta vez eu não iria andar errado
Desta vez não me perdia de você

Ah que saudade
Se eu pudesse ainda ser seu namorado
Desta vez eu não iria andar errado
Desta vez não me perdia de você
_


0 comentários:

 
;