domingo, 21 de junho de 2009

POEIRA DA SAUDADE



FESTA DE SÃO JOÃO

MOR

De maio sobra o malho
Que começa em junho.
É nesse velho embaralho
De São João eu empunho.

A bandeira junina
Na festa de São João.
Ao lado da bela mina
Paçoca pipocae pinhão.

A rodear a fogueira
Naquele velho terreiro.
Esnfeitado d ebandeira
A sanfona e o sanfoneiro.

Da quadrilha o comando
O gaiteiro a gritar.
A festa ia animando
Meia volta vai dar.


São José/SC, 1 de junho de 2008.
morja@intergate.com.br
www.mario.poetasadvogados
.com.br

http://www.poetasadvogados.com.br/

0 comentários:

 
;