terça-feira, 21 de abril de 2009 0 comentários

DOCES LEMBRANÇAS

Música Lenta
Lílian


As luzes estão piscando
e os casais já saem pra dançar
a música está tão alta
nem podemos falar

Você tem muito pra dizer
e eu tenho tanto amor pra dar
estamos impacientes
mas eu quero esperar

\"Por eu quero dançar com você
uma música lenta
abraçar o seu corpo e sentir
só a sua presença\"

O seu amigo e minha amiga
estão dançando sem parar
só pensam em divertir-se
sorrir e cantar

Mas eu estou apaixonado
e sei você também está
estamos impacientes
mas eu quero esperar

Lilian - Uma música lenta
domingo, 19 de abril de 2009 0 comentários

POEIRA DA SAUDADE

Mais um poeta do Recanto das letras


TEMPO QUE NÃO PASSOU


Ah! tempo que já passou

Mas não me deixou passar.

Tempo sempre volta

Trazendo em sua escolta

Louca vontade de amar.


Amar! Que estranha ironia

Que tamanha nostalgia,

Volta sempre a me tocar.


Toco pra longe as lembranças,

Mas estas são como as tranças

Do meu amor a bailar.


Ah! seu tempo maldoso,

És um carrasco sagaz.

Tens sempre um jeito manhoso,

De tirar a minha paz.

Vejo que neste gozo

Nada te satisfaz.


Mais afasto a lembrança,

Mais a saudade apruma.

A roda do tempo roda?

Roda coisa nenhuma!


Se o tempo roda, por que,

Ela não roda também,

E em suas asas, e vem,

Como as ondas do mar?


Sou eu que rodo, num giro

E que num longo suspiro,

Nunca a deixei de amar!


Sharik Letak
Publicado no Recanto das Letras em 19/04/2009
Código do texto: T1547191
domingo, 12 de abril de 2009 0 comentários

DOCES LEMBRANÇAS

O HOMEM

Roberto Carlos


Um certo dia um homem esteve aqui
Tinha o olhar mais belo que já existiu
Tinha no cantar uma oração.
E no falar a mais linda canção que já se ouviu.
Sua voz falava só de amor
Todo gesto seu era de amor... e paz
Ele trazia no coração.

Ele pelos campos caminhou
Subiu as montanhas e falou do amor maior.
Fez a luz brilhar na escuridão
O sol nascer em cada coração que compreendeu...
Que além da vida que se tem
Existe uma outra vida além e assim...
O renascer, morrer não é o fim.

Tudo que aqui Ele deixou
Não passou e vai sempre existir
Flores nos lugares que pisou
E o caminho certo pra seguir

Eu sei que Ele um dia vai voltar
E nos mesmos campos procurar o que plantou.
E colher o que de bom nasceu
Chorar pela semente que morreu sem florescer.
Mas ainda é tempo de plantar
Fazer dentro de si a flor do bem crescer
Pra lhe entregar quando Ele aqui chegar

Tudo que aqui Ele deixou
Não passou e vai sempre existir
Flores nos lugares que pisou
E o caminho certo pra seguir..
0 comentários

POEIRA DA SAUDADE

A Verdadeira Páscoa

Não à Páscoa só de doces...
De ovo achocolatado.
Mas a Páscoa d’aquele
Que um dia foi crucificado.

Porém o poder de Deus
Eleva o derrotado
Aquele que agora vive,
Foi morto e ressuscitado.

Pra cada um de nós
Deixou o seu recado
Que amemos uns aos outros
Como nos tem amado.

Pois, a Páscoa, na verdade,
Acontece em nossa vida
Quando acolhemos o irmão
Que convive ao nosso lado.


de Renilde Cavalcante Alves
João Pessoa - PB -

http://www.mundojovem.com.br
sexta-feira, 10 de abril de 2009 0 comentários

DOCES LEMBRANÇAS


Por incrível que pareça não consegui encontrar essa letra na internet e não me recordo mais quem foi o compositor e interprete. Mas neste dia de hoje nenhuma música melhor do que esta pra recordar.


Cristo, Quem é Você?


Na sexta-feira santa eu lhe procurei
Fui na sua casa mas lá não lhe encontrei.
Saindo pela rua falei com tanta gente
e dentro desse povo você vive presente.

Pra onde você foi? Cadê a sua cruz?
Venha me dizer quem é Você, Jesus?

Outro dia eu vi um velho pedindo ajuda
Encontrei no meu caminho
Uma criança cega e surda.
Todo mundo fala que o amor é importante,
mas ninguém faz nada pra ajudar seu semelhante.
Minha mãe dizia: filho, pode esperar.
Ele um dia volta e o mundo vai salvar

Abre estas portas que lá já vem Jesus,
morto e cansado com o peso da cruz.

0 comentários

POEIRA DA SAUDADE

A cruz de Cristo

A cruz onde o filho de Deus Jesus
Entregou-se pela humanidade
Deixou de ser sinal de maldição
Passando a ser símbolo de adoração.

A cruz símbolo de agonia, de dor...
Com a crucificação de Jesus
A partir daquele momento
Deus santifica o sofrimento.

A cruz símbolo da fé cristã
Não deve ser vista com tristeza
Mas sim, com imensa alegria
Pois, através dela foi-se a escuridão.
Dando lugar para a luz do dia.

Na cruz ocorreu o ápice da entrega
Foi a Palavra tornada em ação
Onde um cordeiro foi imolado
Para que todos pudessem ter a salvação.

Quem foge ou nega a cruz
Perde a oportunidade de conhecer a Luz
Quando passa pelo sofrimento
Não ter forças para vencer a dor
Pois lhe falta a experiência do amor.

Ataíde Lemos
Publicado no Recanto das Letras em 10/04/2009
Código do texto: T1531846
domingo, 5 de abril de 2009 0 comentários

DOCES LEMBRANÇAS

AQUELES TEMPOS

JOELMA

O tempo que passou
não conseguiu matar
o amor que eu
insisto em recordar
Eu sei que não morreu
o que você e eu
em um sonho bom
deixamos florescer!

Tanto amor perdido no momento
que o meu coração compreendeu
Que o adeus chegou como um lamento
de repente o céu escureceu

O tempo que passou
não conseguiu matar
o amor que eu
insisto em recordar
Eu sei que não morreu
o que você e eu
em um sonho bom
deixamos florescer!

Hoje, que o inverno está comigo
triste inverno da recordação
Deixo esta saudade no abrigo
que fiz dentro do meu coração.

O tempo que passou
não conseguiu matar...
0 comentários

POEIRA DA SAUDADE


Canteiro de Deus

Eu tenho um canteiro florido,
de lindas florzinhas rosadas.
As flores não são para venda:
São para ser vistas e amadas.

Ninguém que me estrague o canteiro!
Ninguém que me pise as florzinhas!
Eu mesma as plantei com cuidado:
Não vedes que as flores são minhas?

Canteiro mais lindo é a infância;
os anjos se alegram com ele!
Foi Deus quem plantou o canteiro:
Não vedes que as flores são dele?

Lindolfo Weingärtner
 
;