domingo, 28 de dezembro de 2008 0 comentários

Adeus Ano Velho



Imagem relacionada



Adeus ano velho
Feliz ano novo
Que tudo se realize
No ano vai nascer
Muito dinheiro no bolso
Saúde pra dar e vender.


Adeus ano velho
Feliz ano novo
Que tudo se realize
No ano vai nascer
Muito dinheiro no bolso

Saúde pra dar e vender.

Para os solteiros sorte no amor
nenhuma esperança perdida
Para os casados nenhuma briga
Paz e sossego na vida





0 comentários

DOCESLEMBRANÇAS (Marcas do que se foi)


Marcas Do Que Se Foi
The Fevers
Composição: Zurana


Este ano quero paz no meu coração
Quem quiser ter um amigo
Que me dê a mão
O tempo passa
E com ele caminhamos todos juntos
Sem parar
Nossos passos pelo chão
Vão ficar

Marcas do que se foi
Sonhos que vamos ter
Como todo dia nasce
Novo em cada amanhecer

Marcas do que se foi
Sonhos que vamos ter
Como todo dia nasce
Novo em cada amanhecer


Este ano quero paz no meu coração
Quem quiser ter um amigo
Que me dê a mão
O tempo passa
E com ele caminhamos todos juntos
Sem parar
Nosso passos pelo chão
Vão ficar
Marcas do que se foi
Sonhos que vamos ter
Como todo dia nasce
Novo em cada amanhecer
sábado, 27 de dezembro de 2008 1 comentários

POEIRA DA SAUDADE ( Poesia de Ano Novo)



Recebi de uma amiga e quero partilhar.


De repente num momento fugaz,

os fogos de artifício anunciam

que o ano novo está presente

e o ano velho ficou para trás.




De repente, num instante fugaz,

as taças se cruzam

e o champagne borbulhante anuncia

que o ano velho se foi

e o ano novo chegou.



De repente, os olhos se cruzam,

as mãos se entrelaçam

e os seres humanos,

num abraço caloroso,

num só pensamento,

exprimem um só desejo

e uma só aspiração:

PAZ e AMOR.


Derepente não importa a nação;

não importa a língua,

não importa a cor,

não importa a origem

porque sendo humanos

e descendentes de um só Pai,

lembramo-nos apenas de um só verbo: AMOR


Derepente,

sem mágoa, sem rancor, sem ódio

cantamos uma só canção,

um só hino:

o da LIBERDADE



De repente,

esquecemos e lembramos do futuro venturoso,

E de como é bom VIVER



domingo, 21 de dezembro de 2008 0 comentários

DOCES LEMBRANÇAS ( NATAL BRANCO)

Natal Branco 2


White Christmas (música de Irving Berlin)
Versão de Marino Pinto

Lá, onde a neve cai, sempre
Sinos, festejam a noite de Natal
Os pinheiros brancos de neve
São como torres de uma catedral
Lá, onde a neve cai, sempre
Ou sob a lua tropical
O Natal é sempre oração
Oração de paz universal
0 comentários

POEIRA DA SAUDADE (ENTÃO É NATAL)

Outro poeta do RECANTO DAS LETRAS


ENTÃO É NATAL


Renasce o sonho da humanidade
No olhar feliz de tantas crianças
Olhares cheios de mil esperanças
De paz, de amor e de igualdade.


Reacende-se no peito a lembrança
Da estrela brilhante na antiguidade
Guiando a Belém, pequena cidade,
E ao petiz das bem-aventuranças.


Então é natal, bimbalham os sinos,
Um coro angelical saúda o menino
Vem de lá um cortejo de pastores
Vindo louvar ao príncipe da paz.
E o milagre outra vez se faz
Tingindo o Natal de eternas cores.
Jorge Linhaça
0 comentários

Cantigas de Natal







Bate o Sino


Jingle Bells (música de J.Pierpont)



Bate o sino pequenino

Sino de Belém

Já nasceu Deus-Menino

Para o nosso bem

Paz na Terra, pede o sino

Alegre a cantar

Abençoe Deus -Menino

Este nosso lar


Hoje a noite é bela

Vamos à capela

Sob a luz da vela

Felizes a rezar

Ao soar o sino

Sino pequenino

Vai o Deus-Menino

Nos abençoar


Bate o sino pequenino

Sino de Belém

Já nasceu Deus-Menino

Para o nosso bem

Paz na Terra, pede o sino

Alegre a cantar

Abençoe Deus-Menino

Este nosso lar


Vamos minha gente

Vamos a Belém

Vamos ver Maria

E Jesus também

Já deu meia-noite

Já chegou o Natal

Já soou o sino

Lá na catedral


Bate o sino pequenino

Sino de Belém

Já nasceu Deus-Menino

Para o nosso bem

na Terra, pede o sino

Alegre a cantar

Abençõe Deus -Menino

Este nosso lar



Natal das Crianças

(música de Blecaute)

Natal, Natal das crianças
Natal da noite de luz

Natal da estrela-guia

Natal do Menino Jesus

Blim-blom, blim-blom, blim-blom

Bate o sino da matriz

Papai, mamãe rezando

Para o mundo ser feliz

Blim-blom, blim-blom, blim-blom

O Papai Noel chegou

Também trazendo presentes

Para a vovó e o vovô.
sábado, 20 de dezembro de 2008 0 comentários

DOCES LEMBRANÇAS ( Noite Feliz)



As cantigas que estou postando nas BRINCADEIRAS e nas DOCES LEMBRANÇAS são na verdade todas canções e seriam próprias para este espaço. Mas separei para postar nas "Brincadeiras" as mais cantadas pelas crianças que tem como tema principal o PAPAI NOEL e aqui as que tem um sentido RELIGIOSO.

Segue a mais tradicional cantiga de Natal.



Noite Feliz



Silent Night (músicadeF.Gruber)





Noite feliz! Noite feliz!


Oh, Senhor Deus de amor Pobrezinho, nasceu em Belém


Eis na lapa Jesus,


nosso bem


Dorme em paz


Oh, Jesus


Dorme em paz


Oh, Jesus




Noite feliz! Noite feliz!


Oh, Jesus Deus da luz


Quão afável é o teu coração Que quiseste nascer


Nosso irmão


E a nós todos salvar


E a nós todos salvar




Noite feliz! Noite feliz!


Eis que no ar vem cantar Aos pastores


Seus anjos no céu Anunciando a chegada de Deus


De Jesus Salvador


De Jesus Salvador


0 comentários

POEIRA DA SAUDADE ( PAPAI NOEL QUE NÃO VI)

Na semana anterior deixei de postar neste espaço da "Poeira da Saudade" por não ter uma poesia de Natal adequada para o momento. Pesquisando encontrei lindas mensagens.
Gostei muito desta, mas não queria simplesmente copiá-la sem o conhecimento do autor.
E deixei meu blog incompleto. Mas valeu a pena esperar.
Hoje estou postando com o consentimento do autor que me indicou o site "Recanto das Letras" e hoje passo a divulgar aqui.



Esse querido e dócil Papai Noel
com suas maravilhosas renas,
será ele, o nosso Papai do Céu
ou será algum Deus de Atenas?

Com sua voz terna e tão mansa
tem uma popularidade imensa,
será o sonho de alguma criança
a espera de uma recompensa?

Histórias sobre ele muito ja lí
que esta gravada na minha mente,
mas esse bom velhinho, jamais ví
jamais me trouxe um presente.

Mas muito com ele já sonhei
e ele, a minha vida nunca visitou,
nenhuma lembrança dele ganhei
sei o motivo, muito pobre sou.

Esse amado personagem mundial
que meus sonhos ja percoreu,
embora, nunca tive um natal
data,que minha infancia não conheceu.

Mas isso, nunca tirou o seu brilho
e tambem nunca me deixou triste,
hoje, tento convencer meu filho
que esse bom velhinho existe.

autor: Gil de Olive

"Obrigada Gil e Parabéns!"
0 comentários

BRINCADEIRAS(Cantigas de Natal)

Continuando a relembrar as belas cantigas de Natal


O Velhinho
(música de Octávio Filho)


Botei meu sapatinho
Na janela do quintal
Papai Noel deixou
Meu presente de Natal
Como é que Papai Noel
Não se esquece de ninguém
[ Seja rico ou seja pobre
O velhinho sempre vem. ] bis

domingo, 14 de dezembro de 2008 0 comentários

DOCES LEMBRANÇAS

Então é Natal


Happy Xmas (War is Over)

Música de John Lennon e Yoko Ono

Versão de Claudio Rabelo


Então é Natal

E o que você fez?

O ano termina

E nasce outra vez


Então é Natal

É a festa cristã

Do velho e do novo

Do amor como um todo


Então é Natal

E um Ano Novo também

Que seja feliz quem

Souber o que é o bem


Então é Natal

Pro enfermo e pro são

Pro rico e pro pobre

Num só coração


Então, bom Natal

Pro branco e pro negro

amarelo e vermelho

Pra paz, afinal


Então, bom Natal

E um Ano Novo também

Que seja feliz quem

Souber o que é o bem


Então é Natal

E o que a gente fez?

O ano

começa outra vez


Então é Natal

A festa cristã

Do velho e do novo

Do amor como um todo


Então é Natal

E um Ano Novo também

Que seja feliz quem

Souber o que é o bem


Hiroshima... Nagasaki... Mururoa...
0 comentários

BRICADEIRAS (CANTIGAS DE NATAL)

Quem na sua infância nunca cantou e se encantou com as cantigas de Natal?

E continuam ainda hoje bem vivas nas lembranças de todos.

A partir de hoje até o ANO NOVO vou relembrar essas cantigas.

Esta foi a primeira que aprendi a cantar.



BOAS FESTAS

(música de Assis Valente)



Anoiteceu

O sino gemeu

A gente ficou

Feliz a rezar

Papai Noel

Vê se você tem

A felicidade

Pra você me dar



Eu pensei que todo mundo

Fosse filho de Papai Noel

Bem assim, felicidade

Eu pensei que fosse uma

Brincadeira de papel



Já faz tempo que eu pedi

Mas o meu Papai Noel não vem

Com certeza já morreu

Ou, então, felicidade

É brinquedo que não tem
 
;