sábado, 12 de julho de 2008

POEIRA DA SAUDADE ( Pedido)

Antonio Gonçalves Dias- poeta eterno da cultura brasileira – fala do amor jovem e do ciúme – constantes emoções do coração humano. Sua obra é vasta:Primeiros Cantos”, “Segundos Cantos”, “Novos Cantos”, “Sextilhas de Frei Antão” e “Últimos Cantos”, escreveu também peças teatrais.
O poema abaixo pertence à obra “Primeiros Cantos”.



PEDIDO

Ontem no baile
Não me atendias!
Não me atendias,
Quando eu falava.

De mim bem longe
Teu pensamento!
Teu pensamento,
Bem longe errava.

Eu vi teus olhos
Sobre outros olhos!
Sobre outros olhos,
Que eu odiava!

Tu lhe sorriste,
Com tal sorriso!
Com tal sorriso,
Que apunhalava.

Tu lhe falaste
Com voz tão doce!
Com voz tão doce,
Que me matava

Oh! Não lhe fales,
Não lhe sorrias,
Não lhe sorrias,
Que era matar-me.

0 comentários:

 
;